Efeitos do álcool no organismo, para a classe de Pesquisador

07/10/2011 15:00

 

Efeitos do álcool no organismo, para a classe de Pesquisador

 

“Salvar do pecado e guiar no serviço”. Esse é o objetivo que repetimos todos os domingos nas nossas reuniões e os desbravadores da classe de Excursionista têm que saber profundamente o seu significado. Este é o segredo do Clube de Desbravadores! Devemos ser um instrumento de salvar almas. E o nosso diferencial é que fazemos isso de uma maneira muito atrativa!
 
Ensinar sobre saúde, temperança e os malefícios das drogas é uma das maneiras que nos ajudam a cumprir com este objetivo. Uma criança que passa de 1 a 6 anos num bom Clube de Desbravadores tem a sua vida transformada!
 
As Classes são o principal programa que trabalha com esse tema, além das especialidades de Atividades Missionárias e Ciência e Saúde. Na semana passada, vimos aqui alguns materiais para ajudá-los na instrução da classe de Companheiro, sobre os riscos do tabagismo. Já na classe de Pesquisador, seção Saúde e Aptidão Física, item 1, temos o seguinte: “Completar uma das seguintes atividades, e escrever um compromisso pessoal escolhendo um estilo de vida livre do álcool: a. Participar de uma discussão em classe sobre os efeitos do álcool sobre o organismo. b. Assistir um vídeo sobre o álcool ou outras drogas e discutir seus efeitos sobre o corpo humano.”
 
O álcool também é uma droga lícita (denominação usada para se referir a uma droga que pode ser consumida e comercializada, sem problemas legais envolvidos), porém, seus efeitos podem ser fatais! Segundo o Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID), na melhor pesquisa que temos atualmente sobre o assunto com a população brasileira, 52,2% dos indivíduos do sexo masculino e 44,7% das mulheres, entre 12 e 17 anos, já consumiram álcool alguma vez na vida. Dados deste mesmo levantamento ainda indicam que 6,9% dos jovens do sexo masculino, entre 12 e 17 anos, são dependentes de álcool, entre mulheres o percentual é de 3,5%. [I Levantamento domiciliar sobre o uso de drogas psicotrópicas no Brasil que envolveu as 107 maiores cidades do país em 2001 / E.A. Carlini
et al. São Paulo: CEBRID – Centro Brasileiro de Informações Sobre Drogas Psicotrópicas. UNIFESP – Universidade Federal de São Paulo, 2002].
 
Mais uma vez vemos aqui o peso da nossa responsabilidade. Mas também sobre o assunto, temos uma grande quantidade de matérias a respeito, que ajudam bastante a instruir esse requisito (clique para ampliar):
 

 
Fonte
 

 
 
 

Fonte: http://www.cantinhodaunidade.com